Título: Amityville
Autor: Jay Anson
Ano: 2016
Editora: DarkSideBooks
Gênero: Terror
Tradução: Eduardo Alves
Número de páginas: 240
Skoob: Adicione
Compre : Amazon
Cortesia: Livro cedido em parceria com a DarkSide® #DarkLove.



Sinopse: Depois de passar algumas décadas fechada, a propriedade no número 112 da Ocean Avenue no subúrbio de Nova York finalmente abre as portas para os leitores da DarkSide® Books. Cercada pela natureza, com janelas amplas e uma sacada espaçosa, ela poderia ser uma casa de bairro tranquila como todas as outras, não fosse seu passado devastador e sangrento. Em 1975, George e Kathleen Lutz resolveram recomeçar a vida em uma nova residência que compraram por uma pechincha. Vinte e oito dias depois, os cinco membros da família fugiram aterrorizados, deixando a maior parte de seus pertences para trás. Estranhos eventos começaram a acontecer, afetando a vida dos Lutz e indicando que uma presença maligna habitava a casa. Embora tenha sido amplamente divulgada pela mídia, em especial nos jornais e nas revistas da época, muitas vezes de maneira sensacionalista, a história da casa nunca havia sido contada com riqueza de detalhes — até Jay Anson decidir reconstruí-la e transformar seu livro de não-ficção em um dos relatos paranormais mais importantes e conhecidos de todos os tempos. 
Baseado nas experiências sobrenaturais reportadas pelos Lutz durante o mês de dezembro de 1975 e o começo de janeiro de 1976, Amityville é um dos livros mais aguardados pelos leitores da Caveirinha. Por isso mesmo, muito mais do que dar apenas aquela demão de tinta, a DarkSide® Books vai fazer uma reforma completa na casa, apresentando a sombria construção em detalhes, do quarto secreto no porão às verdadeiras manchas nas portas e nas paredes escondidas pelas tintas do tempo — tudo exatamente como aconteceu, com todos as entidades e vozes que habitaram o sótão, o porão e demais cômodos da casa —, em uma edição assustadora e com o cuidado quase sobrenatural da editora mais dark do Brasil. Adaptada várias vezes para o cinema e contando também com diversos spin-offs, a história de Amityville hoje é amplamente conhecida e é considerada um dos mais importantes relatos sobre casas mal-assombradas da cultura popular.



Meu primeiro contato com esta história foi na adolescência, todos falavam da casa mal assombrada de Amityville. Mas somente em 2015 li o livro, e vi alguns filmes. Li o livro em e-book, pois não encontrava a edição física em lugar nenhum. Com isso de vez em quando ficava perturbando a editora Darkside nos comentários do instagram e facebook pedindo que publicasse este livro. Imagina a minha felicidade quando vi que este livro seria relançado, ainda mais nesta edição maravilhosa. Agora com o título de Amitivylle (edição anterior, Horror em Amityville) e com uma edição sombria e a altura.



Nesta história iremos conhecer a família Lutz, que conseguem a casa dos sonhos (imagem acima da casinha abençoada) por um preço bem acessível. Uma casa grande, com vários quartos e porão. (Gente, casa antiga com porão, fuja, é cilada). Mas nesta casa houve um crime terrível no passado, Ronald DeFeo matou a tiros de rifle os pais, dois irmãos e duas irmãs. Ele foi condenado à prisão perpetua. Mas relatos que o assassino ouvia vozes. E muitos dizem que a casa é mal assombrada. Mas os Lutz não ligaram para isso, o que importa é a casa ser do jeito que sempre sonharam.

Então no dia 18 dezembro, George e sua esposa Kathy e seus filhos Danny, Chris e Missy, mais o cachorro Harry se mudaram para o número 112 da Ocean Avenue, e permaneceram por exatamente 28 dias, e tiveram dias de terror. George sempre acordava as 3h15 depois que se mudou para Amityville. Um horário que para algumas pessoas tem um significado e que não me agrada em nada. Pois sempre acordo neste horário ou vou dormir. #medo
 A mudança foi animada, mas com o passar dos dias as coisas foram saindo do normal. A família foi mudando de humor, ficando todos mais agressivos, principalmente George e Kathy que estavam cada vez mais impacientes com as crianças, chegando a bater nelas. Além de toda a irritação da família, a casa começou apresentar situações estranhas, como mau cheiro, lugares mais frios que outros, e também gosmas escuras nos vasos do banheiro. Cenas horripilantes irão acontecer com esta família. Desde verem a cadeira balançando sozinha, a sentir uma presença e o toque de alguém. Confesso que esta cena é bem assustadora. Imagina você está sozinha em casa e sentir uma mão em você, ou braços lhe envolvendo, socorro, né. Sai para lá. Pois acontece isso com Kathy, e eu me perguntava por que diabos esse povo não ia embora. São loucos, ou muito corajosos, eles insistem em ficar mais uns dias, até que chega um ponto insuportável e eles percebem que suas vidas estão em perigo e tomam uma decisão.

Amityville é um livro baseado em fatos reais, onde o autor nos narra como foram os dias desta família nesta casa possuída por alguma coisa do mal. Lugar este que não deixou nem o padre se aproximar para ajudar esta família, em uma única visita, ele sofreu várias consequências e não quis mais voltar. Sim, a coisa assustou feio o padre.

A leitura flui, mas não é uma escrita gostosa, é simples e objetiva, apenas relata pela visão de alguns personagens como foi permanecer durante estas semanas em Amityville. Mesmo assim não deixa de ser uma boa história de terror, mesmo que você não acredite que isto aconteceu, continua sendo um ótimo livro do gênero. Mesmo tendo dúvidas quanto à história, em muitos momentos senti um arrepio pelas horas de terror enfrentado pelos Lutz. Um ponto negativo é a repetição do endereço da casa, que veremos várias vezes ao longo da narração.


A edição além de linda contém prefácio do reverendo John Nicola, e posfácio do autor onde ele confirma que os acontecimentos desta casa são verdadeiros. Um detalhe que gostei muito, é o fato de termos a planta da casa, assim poderemos acompanhar os moradores e visualizar algumas situações em cada compartimento. Algumas cenas assombrosas irão acontecer em um determinado quarto. Não falei metade dos acontecimentos surreais que passam nesta história, mas vocês terão boas surpresas como o amigo imaginário da pequena Missy.

Então fica a dica de uma história de casa mal assombrada, que dependendo do que você acredita podem ser horas de puro horror, ou apenas diversão. Ambas as opções são muito bem vindas. Visite o número 112, e boa aventura.

Dica: Vocês encontram reportagens e  fotos deste caso na internet. Muito sinistro. :)

“Deixe a casa para o que está aí, seja lá o que for”















16 Comentários

  1. Tenho uma versão do livro bem antiga, talvez a narrativa do meu livro seja semelhante a este, pois como você mencionou não é uma leitura gostosa.
    De qualquer forma quero comprar essa Edição da Darkside.Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Aah a Darkside e seus lançamentos de capa dura e com imagens lindas... Um dia eu ainda tomo coragem e leio alguma coisa de terror. Sou apaixonada nas obras que a Darkside
    Beijosss

    ResponderExcluir
  3. Annna que resenha maravilhosa menina, eu só tive oportunidade de assistir ao filme mesmo e fiquei curiosa para saber como deve ser a edição por dentro, ótima resenha!
    Abraçoss

    ResponderExcluir
  4. Olá! Eu li, mas não tenho o livro. Eu fico receosa e com um medinho sempre quando posso que pode ser real. Foi assim com esse livro rs
    A edição da DSB está de arrasar como sempre.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?

    Ainnnnn gente que resenha mais linda. Além de super bem escrita as imagens são maravilhosas. Apesar de ter adorado a sua resenha, vou deixar a obra passar. não curto muito terror, por isso fica para a próxima. Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Minha casa temporão hahahahhaha!
    Bom, não estou em clima para livros do gênero porque ando bem medrosa, mas bem que queria ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oiii, Ana. Tudo bem?
    Eu sempre quis uma casa com porão, mas depois de ver tanta coisa sobre isso, não quero mais hahahahha. Mas o livro eu quero <3 Sempre fico encantada com os livros da Dark. Eles capricham mesmo no trabalho e cada livro é uma relíquia hahhaha
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Ana, estou louca para ler este livro. Coitada da família que comprou a casa. Acho que se fosse comigo eu surtaria.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Menina, esse livro tem dividido opiniões! Tem gente que diz ser muito bom, outros dizem ser mal escrito... Enfim... Acho que meu nível de medo ainda está alto para lê-lo, mas me interesso muito por essa história!
    Parabéns pela resenha!
    Bjss

    ResponderExcluir
  10. Minha nossa, fiquei com medo só de ler a resenha. Ainda não consigo ler livros de terror, mas se algum dia eu me jogar nesse gênero vou ler esse com certeza.

    ResponderExcluir
  11. Oi, xará. Já vi o filme e achei bem interessante, e confesso, bastante assustador.
    Quero ler o livro para ter um conteúdo detalhado do que aconteceu.
    Fico feliz que tenha gostado tanto do livro, a edição realmente está linda!

    ResponderExcluir
  12. Heey, tudo bem? Eu sempre gostei muito de histórias de terror sobre casas e castelos mal assombrados, mas nunca li nem assisti ao filme de Amityville! Depois da sua resenha lindíssima fiquei louca para conferir a obra, e essa edição da DarkSide é tão bonita!!
    beijos!

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem? Darkside como sempre, um arraso nas edições. Olha se eu algum dia fosse ler terror, eu com certeza iria querer esse livro, porém como meu medo sempre fala alto, com certeza passo a leitura. Confesso que sou fã de narrativas objetivas, afinal ficar de lenga lenga em alguma situações é pior, porém como não leio o gênero não sei como ficaria essa situação! Ótima resenha <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Eu amo histórias de terror e estou apaixonada por esse livro! Não sabia que se tratava de uma história real, então já nos deixa com aquele medo haahaha Adorei a sua resenha e mal posso esperar para ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Oii, tudo bem?
    Lindas essas foro ameiii, desde o halloween e eu resolvi abrir a minha mente para a literatura de terror, amei essa experiencia, pois até então eu não tinha muito habito de ler o genero. Com certeza esse livro já esta na minha lista de proximas aquisiçõe, porque assisti e li várias resenhas super positivas dele.
    Amei o post, parabéns pelo blog maravilhoso.
    Abraços Mary do blog Leituras da Mary

    ResponderExcluir